Sobre a TR - Taxa Referencial

Segundo a legislação, os contratos que tiverem prazo total, ou de repactuação, superiores a três meses poderão usar a TR - Taxa Referencial - como índice de atualização.

De maneira um pouco incomum, a regra da caderneta de poupança utiliza a TR para correção mensal do saldo aplicado, ainda que a aplicação seja inferior a 90 dias.

O cálculo da TR

O cálculo da TR é realizado pela média da captação dos trinta maiores bancos do país e expurgadas as parcelas da captação referentes a impostos e inflação, retornando, portanto, a rentabilidade líquida e real dos investimentos em consideração.


Onde está a TR?

A TR está presente em nossas vidas indiretamente na captação dos bancos, ou seja, nos investimentos que fazemos e nos financiamentos que tomamos. Mas, diretamente, ela está presente na:

Rendimento da poupança quando a Taxa Selic está superior a 8,5% ao ano

A taxa de juros da poupança é calculada pela "soma" da TR com 0,5%. Lembrando que esse é o rendimento nominal, não expurgada, portanto, a inflação.

Correção do saldo devedor do financiamento imobiliário

<

p>Os mais desavisados se assustam ao ver em seus extratos mensais da Caixa Econômica Federal (e também dos outros bancos) quando aparece um fator de correção do saldo devedor.

Quando ele aparece (fator de correção" a sua dívida, que custou a retroceder um pouquinho, volta a subir e você praticamente não vê diferença para os meses anteriores. Em outras palavras, é como se você tivesse andado de lado.

Isso ocorre por causa do longo prazo de financiamento e o baixo percentual de amortização mensal (lembre-se que em financiamentos de 360 meses, a amortização mensal é de apenas 0,27% do saldo).

Portanto, qualquer correção pela TR, principalmente quando ela está alta, poderá ser capaz de "inutilizar" as amortizações que você já realizou para seu financiamento da casa própria.


Lista dos 50 maiores bancos do Brasil

A lista dos 30 maiores bancos do país pode ser retirada da lista atualizada dos 50 maiores, disponível no site do Banco Central.

Para não ficar muito extensa, fizemos a lista dos 12 maiores:

Nome do banco Data dos dados
1 Banco do Brasil Junho de 2015
2 Itaú Unibanco Dezembro de 2015
3 Caixa Econômica Federal Março de 2015
4 Bradesco Dezembro de 2015
5 BNDES Dezembro de 2014
6 Santander Brasil Junho de 2015
7 BTG Pactual Março de 2015
8 HSBC Brasil Dezembro de 2014
9 Banco Safra Junho de 2015
10 Banco Votorantim Março de 2015
11 Banrisul Março de 2015
12 Citibank Brasil Dezembro de 2014
13 Banco do Nordeste Março de 2015
webinario

Rendimento principais aplicações

Veja na tabela abaixo quanto rendem hoje as principais aplicações financeiras do mercado. A tabela possui informações do rendimento bruto, líquido e real (abatida a inflação). Para entender melhor as informações, veja as explicações no site de onde foi retirada:


Baixar a Planilha [+ Instruções]



Simulador Poupança

Rendimento da Poupança


Artigos:

Bolsa Família com Conta Poupança Caixa

A inflação e a poupança

Juros da Poupança Caixa

A TR Taxa Referencial